Parquímetros para quê?

Quem é que acha que os Parquímetros são um pesadelo? Não estou sozinha nisto, pois não?

Bom, tendo em conta que acabar com o estacionamento pago na via pública não é uma possibilidade… e se eu vos dissesse que há uma aplicação que vos permite pagar o estacionamento sem terem que ir ao parquímetro e sem precisarem de moedas?

Parece mentira, mas é verdade. O eos Parking foi para o ar no início de Setembro e funciona como um parquímetro pessoal.

Só têm que descarregar a App (que é gratuita) para o vosso iPhone ou Android, configurar a vossa conta, associar uma ou mais matrículas e um cartão de crédito e passam a ter um parquímetro no bolso.

Chegados ao lugar, basta activarem o vosso estacionamento e definirem o tempo que vão demorar. E o melhor de tudo é que se demorarem mais do que o previsto, podem aceder à aplicação e prolongar o tempo sem terem que voltar ao carro; se demorarem menos, interrompem a sessão de estacionamento e pagam apenas o que utilizaram.

É ou não é um espectáculo?

Para já, ainda só podem usar o eos Parking em Vila Nova de Gaia, mas muito brevemente estará em Lisboa e Sesimbra.

Uma maravilha do desenvolvimento de software da Premium Minds, que está disponível para download aqui para IOS e aqui para Android.

fotografia 1 fotografia 2 fotografia 3 fotografia 4

Run Keeper

87702c6b6a7a3d5d1b15e375b2441cf6A App Run Keeper foi aconselhada pelo mestre José Guimarães, que foi uma das pessoas que mais me incentivou a correr. Só me disse que não sabia muito bem como era a integração com as playlists do itunes porque ele gostava de correr a ouvir os pés a bater no chão e a respiração a ficar cada vez mais rápida.

Eu não. Eu gosto de correr com música. Porque preciso. A corrida é um prazer, sem dúvida, mas preciso de música nos ouvidos e não é uma música qualquer. É a playlist Power, constituída apenas pelas melhores músicas do Body Vive e do Sh’bam porque quando estou a correr, só há dois pensamentos na cabeça: o objectivo e a regra “não podes parar! Se a Raquel estivesse aqui tu não ias parar, por isso tens que conseguir sozinha!”.

E tenho encontrado no Run Keeper um excelente companheiro de corrida. Além da minha mãe, que faz altas caminhadas a ver-me correr, da Rita, que normalmente corre à mesma hora que eu mas em sentido contrário e à Inês, que faz longas caminhadas a ver a Rita correr. E cruzamo-nos todas, ao Domingo à tarde, nesta cena fixe que é ter uma vida desportiva activa 🙂

Esta aplicação é uma espécie de MacGyver da corrida. Toca a playlist escolhida, conta o tempo, a velocidade, a distância, a velocidade média e instantânea e no fim ainda faz um mapa de GPS com o trilho percorrido. No final do treino ainda nos pergunta como é que nos sentimos, tira-nos uma fotografia pós-treino e, se quisermos, ainda partilha o relatório de treino nas nossas redes sociais. Mesmo para mim, que trabalho numa software house, isto tudo parece magia. Recentemente ainda descobri mais uma feature, esta sim, espectacular…

A Sofia (NL) tinha-me recomendado uma App chamada “from couch to 5km”, que tinha planos de treino para pôr um sedentário a correr 5km. Dei uma vista de olhos pelos treinos, mas achei que já fazia melhor do que aquilo, por isso descarreguei a sequela “10km runner”. E a grande descoberta foi que consigo pegar nos planos de treino desta aplicação e inseri-los no Run Keeper e assim aproveitar o melhor dos dois mundos 😀

Um dia destes, contem aqui com o relato da minha primeira corrida de 10km!

fotografiafotografia-cópia 2fotografia-cópia