Amazing!

O meu dia começa sempre com a leitura do 360º, a newsletter do Observador, da autoria do David Dinis. É uma forma fabulosa de nos pormos a par dos highlights informativos da véspera e da noite e traz sempre informação que não cabe na normal actualidade.

Hoje foi especialmente amazing!

Estou encantada com esta igreja na Bélgica que tem uma arquitectura única: http://observador.pt/2014/12/01/conheca-igreja-na-belgica-que-se-torna-transparente/

e com estas história destas placas aparentemente originárias da Indonésia que podem ter viajado no Titanic e que estão a aparecer nas praias europeias há alguns anos. http://observador.pt/2014/12/01/o-misterio-das-placas-de-borracha-da-indonesia-que-desaguam-em-praias-europeias/

Vivemos num mundo fantástico, de facto!

Next Trip

Ando com saudades de viajar…

Sim, eu sei que este ano já estive nos Açores, no Rio e em São Paulo, mas é uma coisa que eu gosto de fazer e, cada um com as suas manias!

Eu e a Sofia tínhamos prometido à Shaina uma viagem a Amesterdão no próximo ano e eu lembrei-me logo “Ah e tal, ò Sofia, podíamos aproveitar que eu vou a Amesterdão e saio daqui dos cafundós da Europa e dávamos um saltinho a Paris ou a Berlim, o que é que achas?”. E a Sofia manda-me um mail com uma proposta de viagem e com o seguinte texto “Acho espectacular, mas… e se fôssemos antes à Pérsia?!”.

Alguém me explica quem é que se lembra da Pérsia como alternativa a Paris ou Berlim?! I’ve strange friends! Bom… prosseguindo… Iremos então analisar a questão Pérsia, mas com mais calma. E pensei eu que com Amesterdão e Pérsia, o meu 2014 de viagens estava feito. Tendo em conta que em 2016 vou voltar ao Rio (prometi a mim mesma que isso iria acontecer de 3 em 3 anos, porque preciso de manter alguma sanidade mental…) e que até lá ainda tenho prometida ao Zé Manel e ao Wai uma ida à China para os visitar… a coisa parece estar feita nos próximos 3 anos…

Sucede que, nos anos da MI, a minha outra compincha de viagens, Maria João, me diz o seguinte “Mermão, como é que é o nosso projecto Índia 2014?! Temos que tratar disso!” E eu, ah e tal tá bem, vamos marcar um jantar lá em casa com o Selvagem, que já lá esteve um mês e ele orienta-nos.

Entretanto decidi ir consultar o meu saldo de milhas e verifiquei que já tenho milhas suficientes para uma viagem de ida e volta a qualquer destino europeu. Pronto… assim Amesterdão vai sair barato. Com viagem paga e casa grátis, é o que se quer.

E no passado fim-de-semana diz o meu pai “Epá, tenho bué da milhas por causa da ida à Austrália em Maio. Podíamos combinar aí uma viagenzinha…” e eu “hum… assim de repente, Berlim e Praga”. Resposta: “Sim, e podíamos ir a Auschwitz!”.

Posto isto… há todo um drama para resolver na minha cabeça:

Screen Shot 2013-10-22 at 1.17.20 PM