As coisas como dantes

Quem acompanha este blog há alguns anos já percebeu que eu passei de uma solteira hiperactiva que conseguia encaixar cerca de 30 horas em cada dia para uma pacata fada do lar que adora estar em casa sossegada, junto à família. Porém… às vezes conjugam-se vários factores e vai daí que uma pessoa dá por si com dois fins-de-semana seguidos à moda do antigamente e relembra-se porque é que gostava deste ritmo… é que isto é viciante 🙂

Este Sábado começou com um Trail de 11km no Monsanto debaixo de chuva, com malta da empresa. É muito fixe trabalhar com este pessoal! E sim, foram mesmo 11km, eu é que não liguei o Run Keeper desde o início. A tarde foi em casa entre a bancada da cozinha e o sofá, mas à noite seguiu-se um jantar de anos e no dia seguinte de manhã, um concerto com o St. Dominic’s nas comemorações dos 125 anos dos Bombeiros Voluntários de Linda-a-Pastora.

2016-05-09 08.31.40

Para a semana será ainda mais agitado, mas com eventos bem nices, onde também podem e devem aparecer:

Tranpolim Gerador – Vamos ter uma sessão da Roda dos Livros ao vivo e aberta ao público, a partir das 15h30 na Maria da Mouraria;

Workshop Vegan Brunch by A Cozinha Verde – a partir das 18h30, na Mercearia Saloia, em São Bento (para este é preciso inscrição prévia e tem um custo de 20€/pax);

Corrida da Mulher – 5km contra o cancro da mama, onde vou com uma corajosa equipa de 9 mulheres também minhas colegas de trabalho. Acho que ainda podem inscrever-se 🙂

Cheira-me que o Domingo à tarde vai ser assim…

FullSizeRender

Anúncios

Frio na barriga!

Já está. Agora não há nada a fazer. Decidi em Janeiro que ia fazer isto e na terça-feira enchi-me de coragem e fui ao balcão do Banif aqui ao pé do trabalho.

“Boa tarde. Queria inscrever-me na Meia Maratona!” – até me tremeu a voz. Por momentos temi que o senhor que me atendeu fosse fazer aquela piadinha parva por causa do verbo no condicional.. “Queria? Então mas já não quer?!”. E provavelmente eu ia dizer-me que não me ia desmotivar facilmente porque este dilema me acompanha mais ou menos há seis meses e portanto, agora é irrevogável. Mas irrevogável a sério, não é como o outro…

Screen Shot 2014-06-24 at 18.58.55

Pela frente há um plano alimentar, muita hidratação, muito treino cardio e de força e muitos km para pôr em cima das pernas, para no dia 5 de Outubro chegar a correr ao pé dos amigos que vão estar na meta à minha espera, 21km depois 🙂

Só para me irritar mais, a organização decidiu instalar este monstruoso placard de countdown junto à Praia de Paço de Arcos, onde eu passo todos os dias para vir para o trabalho, como quem diz “Não te vamos deixar esquecer disto nem por um dia que seja…” Que simpáticos!

Screen Shot 2014-07-03 at 11.44.05

 

Color Run Porto | corrida

Não há muito como explicar o que se passou hoje no percurso da corrida! Fez-se tudo menos correr (mais ou menos, porque até corremos um bocadinho) e o resultado foi 8 pessoas extasiadas de tanta alegria e todas cagadas de tinta de alto a baixo 🙂

Aconselho toda a gente a fazer a Color Run das vossas cidades. Toda a gente está super bem disposta, faz hi5’s, corre, brinca, passeia cães, larga tinta, sorri, ri às gargalhadas, canta… Uma autêntica loucura!

E a melhor coisa é saber que tivemos todos uma tarde diferente, porque, por mais voltas que dê…não há nada que me deixe melhor do que ver os meus meninos felizes 🙂

Aqui ficam as fotos:

20130928-205058.jpg

20130928-205145.jpg

20130928-205218.jpg

20130928-205318.jpg

20130928-205118.jpg

20130928-205242.jpg

20130928-205331.jpg

20130928-205348.jpg

Run Keeper

87702c6b6a7a3d5d1b15e375b2441cf6A App Run Keeper foi aconselhada pelo mestre José Guimarães, que foi uma das pessoas que mais me incentivou a correr. Só me disse que não sabia muito bem como era a integração com as playlists do itunes porque ele gostava de correr a ouvir os pés a bater no chão e a respiração a ficar cada vez mais rápida.

Eu não. Eu gosto de correr com música. Porque preciso. A corrida é um prazer, sem dúvida, mas preciso de música nos ouvidos e não é uma música qualquer. É a playlist Power, constituída apenas pelas melhores músicas do Body Vive e do Sh’bam porque quando estou a correr, só há dois pensamentos na cabeça: o objectivo e a regra “não podes parar! Se a Raquel estivesse aqui tu não ias parar, por isso tens que conseguir sozinha!”.

E tenho encontrado no Run Keeper um excelente companheiro de corrida. Além da minha mãe, que faz altas caminhadas a ver-me correr, da Rita, que normalmente corre à mesma hora que eu mas em sentido contrário e à Inês, que faz longas caminhadas a ver a Rita correr. E cruzamo-nos todas, ao Domingo à tarde, nesta cena fixe que é ter uma vida desportiva activa 🙂

Esta aplicação é uma espécie de MacGyver da corrida. Toca a playlist escolhida, conta o tempo, a velocidade, a distância, a velocidade média e instantânea e no fim ainda faz um mapa de GPS com o trilho percorrido. No final do treino ainda nos pergunta como é que nos sentimos, tira-nos uma fotografia pós-treino e, se quisermos, ainda partilha o relatório de treino nas nossas redes sociais. Mesmo para mim, que trabalho numa software house, isto tudo parece magia. Recentemente ainda descobri mais uma feature, esta sim, espectacular…

A Sofia (NL) tinha-me recomendado uma App chamada “from couch to 5km”, que tinha planos de treino para pôr um sedentário a correr 5km. Dei uma vista de olhos pelos treinos, mas achei que já fazia melhor do que aquilo, por isso descarreguei a sequela “10km runner”. E a grande descoberta foi que consigo pegar nos planos de treino desta aplicação e inseri-los no Run Keeper e assim aproveitar o melhor dos dois mundos 😀

Um dia destes, contem aqui com o relato da minha primeira corrida de 10km!

fotografiafotografia-cópia 2fotografia-cópia