Os avós

Sábado foi dia dos avós e as minhas avós são as maiores.

Além de terem sido sempre grandes exemplos de vida, são das maiores alegrias que tenho. Conservam uma juventude de espírito que me surpreende a cada momento.

Apesar de já ambas serem viúvas, acho que a união enorme que há na nossa família, em que o amor é uma força que nos mantém juntos nos bons e nos maus momentos, lhes deu força para, apesar de tudo, manterem uma grande alegria de viver e de fazer parte do nosso dia-a-dia.

No Sábado foi dia dos avós, e todos os anos eu reservo esse dia para elas. Desta vez, estava doente, e por isso a aventura no comboio da Tapada de Mafra teve que ficar para outra altura, mas o dia foi passado em Fontanelas, com copos e petiscos à volta da espreguiçadeira onde me estive a recompor da virose.

Não há fotos de Sábado, mas há fotos impagáveis das avós, que fazem um lindo galheteiro, uma de cada lado da minha pessoa! E tal como escrevi na primeira página do meu livro “Aos meus avós, as pessoas que mais admiro.”

Family 0048 Family 0026

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s