As agulhas

Quem tem uma mãe como a minha…

Ultimamente, apanhei o bicho de tricotar que a minha mãe tem há séculos, desde muito antes de eu nascer. No final do ano passado fiz uma gola para mim e saiu bem, por isso decidi fazer uma para dar à minha amiga Ana no Natal. De vez em quando vou tricotar para casa da minha mãe, porque ainda não consigo resolver sozinha todos os enganos. Numa dessas incursões, queixem-me que as agulhas que a minha mãe me tinha emprestado tinham a parte plástica circular muito rija e que ganhava feitios e dificultava um bocadinho o trabalho.

No dia seguinte, estava a trabalhar e a meio da tarde a minha mãe ligou-me a dizer que estava à porta do meu escritório e perguntou-me se eu não queria beber um café. Desci e já na mesa do café diz-me ela:

“Ah e tal, eu queria mesmo era vir dar-te uma coisa que comprei. Fui procurar umas agulhas para ti e encontrei estas. São óptimas!”

Não queria acreditar! São tão maravilhosas e escorregam de tal maneira que parece que trabalham sozinhas 🙂 Ai, ai… se eu não fosse tão mimada, custava-me menos a sair do país…

487337_10151077698890786_1457306694_n

Imagem Lãs
Fonte: Dotquilts

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s