Super fim-de-semana

Nada melhor antes de dois dias de trabalho louco do que um fim-de-semana revigorante, de preferência a fazer coisas novas. E assim foi. Depois da tarde de sexta-feira em que me dediquei a namorar a minha casa durante algumas horas, começou a party, que durou desde as 11 da noite de sexta até às 3 da manhã de Domingo! Obrigada à Teresa, à Tatiana e à Inês que me levaram para um workshop de 2 dias de Kizomba e Bachata. Já não me divertia tanto há muito tempo e adorei o ritmo: Festa – casa – banho – mudar de roupa – fato de treino – workshops – comer – workshops – casa – banho – mudar de roupa – festa – e assim sucessivamente.

Depois disto, o Domingo foi para dormir até tarde (até tão tarde que encanzinei o dia todo e tive que faltar a um café que tinha combinado) e descansar, com almoço em casa da avó, lanche em casa do pai e sopinha e leitura à noite em casa da mãe, onde, como não podia deixar de ser, o serão dominical acabou a beber as palavras do ídolo Pedro Barbosa sobre as partidas da jornada!

E assim, levantar hoje às 06h30 para uma jornada de 12 horas de trabalho a falar 4 línguas em simultâneo, não custou mesmo nada!

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s